Avançar para o conteúdo principal

Exclusivo. António-Pedro Vasconcelos: O momento do Benfica



Em primeira mão e em exclusivo para os leitores do Master Groove, extracto do artigo de opinião de A-PV que será publicado amanhã no semanário SOL.


(...) É por ter criado tão altas expectativas, que os benfiquistas não se conformam com a possibilidade de voltar a perder o campeonato e disparam as suas setas sobre o alvo mais fácil: o treinador. (...) Ora, Jesus é um dos quatro melhores treinadores portugueses e o melhor que o Benfica teve desde a primeira época de Erickson. (...) E é bom lembrar que a equipa que perdeu em Alvalade (com a arbitragem de Artur Soares Dias), foi a mesma que, em 27 dias, ganhou ao Beira-Mar, fez duas exibições brilhantes com o Chelsea (a única equipa inglesa na Champions e que, portanto, não podia ser eliminada), afastou o FCP da Taça da Liga, empatou em Olhão, venceu o Braga, e teve 65% de posse de bola em Alvalade. Quanto (...) às deficiências táticas e na comunicação, que eu saiba, não foram as limitações de Vítor Pereira como treinador nem a boçalidade das suas afirmações que impediram o FCP de estar à frente do campeonato.

As razões porque o Benfica se arrisca a perder o campeonato são outras: uma estrutura amadora ao nível da direcção desportiva e da informação/comunicação, que não soube acautelar e muito menos contrariar os efeitos da pressão sobre as arbitragens e a disciplina da FPF (à qual Vieira deu o seu apoio “incondicional”), que coincidiu com a recusa da proposta da Olivedesportos, e que voltaram a condicionar os resultados neste final da época: em Coimbra, na Luz com o FCP, em Olhão e em Alvalade. Sem falar do castigo inédito de 2 jogos a Aimar, que o afastou cirurgicamente do último dérbi.

Os “abutres”, que aparecem sempre nestas alturas, preferem atirar a toalha ao chão e pedir a cabeça do treinador. Mas, o símbolo do Benfica é a águia, e não o abutre, e, se não houver arbitragens viciadas, tudo estará em aberto até à última jornada. 

Com eleições à porta, há dois compromissos, por isso, que Vieira deve assumir: respeitar o contrato que fez com o seu treinador e não renovar o contrato com a Olivedesportos. O próximo Presidente, que poderá ser ele, não pode ficar amarrado a decisões que, de outro modo, comprometeriam a sua margem de manobra e o futuro do clube.
A-PV

adenda: ler artigo completo aqui
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

Siga-nos



Mensagens populares

«Há aqui motivo para um processo crime contra Fernando Santos»

Rita Garcia Pereira arrasa Fernando Santos no caso FEMACOSA. "Acho estranho que ninguém fale da condenação de Fernando Santos, e que ninguém questione como é que nós temos um selecionador que defraudou o Fisco." "Fernando Santos não me representa! Sinceramente isto envergonha-me." "Há aqui motivo para se avançar com um processo crime contra Fernando Santos, e com um processo disciplinar à (juíza) filha de Fernando Santos. A questão é se há coragem." Video edição: Master Groove . ( Não vale roubar o vídeo! )

António Melo contra centralização: «Era o que faltava!»

Dois minutos arrasadores na Bola TV: "Era o que faltava, o Benfica a sustentar o futebol de toda esta gente." O Benfica tem mais adeptos em todo o país do que o FC Porto e Sporting juntos. ( expresso/euroexpansão ) António Melo sobre a Centralização dos Direitos Televisivos, esta segunda-feira, na Bola TV. "Eu sou contra, completamente contra a Centralização dos Direitos Televisivos! Era o que faltava agora o Benfica, de longe o clube com mais adeptos no País, estar a sustentar o futebol de toda esta gente." ADENDA : "200% de acordo. Dar de comer a quem sempre nos tentou lixar. Centralizam, mas sem o Benfica." (Duarte Castro) Vídeo edição: Master Groove ( Não vale roubar o vídeo! )

O túnel da Madalena

Dizem que em dias gloriosos e radiosos, aparecem nos fundos daquela autêntica catacumba submundana, figuras fantasmagóricas – Abel “O Guarda” e “sus muchachos”. Ouvem-se rajadas de metralhadora… O túnel da “Madalena”, cujo início da construção data de meados da década de 80 do século passado, é uma cópia fiel, mas muito mais refinada, de um, bem mais antigo, o das Antas - esse túnel tenebroso onde se simulava a sodomização dos árbitros e que foi um altar de medo, boçalidade, coacção e violência.

Ricardo Araújo Pereira ARRASA Pedro Marques Lopes

o cronista mais bem sucedido do País Pedro Marques Lopes é o cronista mais bem sucedido do País. E as pessoas dizem: mas como, se ele não tem interesse nenhum? Acho que essa análise está mal feita. Ele não escreve bem? Escreve sim senhor! Por exemplo, eu lembro-me de uma crónica dele sobre o teatro, só não ganhou os jogos florais das Caldas porque ninguém a candidatou. (Ricardo Araújo Pereira, TVI24) (não vale roubar o video, ok?)

Coação: FCPorto deveria ter descido de divisão

Em entrevista ao Sol, o antigo presidente da Liga de Clubes, Hermínio Loureiro, denuncia pressões do FC Porto para "correr" com Ricardo Costa da Comissão Disciplinar da Liga. (22-05-2010) «Fizeram-me a vida negra»

Foi Pedroto que criou o «caso Calabote»

FC Porto: Mestres da mentira! Gente sem vergonha que enxovalha tudo e todos! Foi José Maria Pedroto que criou o «caso Calabote» em final dos anos 70 para responder a quem dizia que o FC Porto estava a ser escandalosamente beneficiado nos campeonatos nacionais de 1977/78 e 1978/79.

António Macedo: Não sou do Benfica, mas senti-me dorido com os insultos do Otávio

"Para mim é uma linha vermelha que é absolutamente inultrapassável." António Macedo sobre os cânticos contra o Benfica entoados por Otávio e Diogo Costa, ambos jogadores do FC Porto e da seleção portuguesa: A seleção nacional é um conjunto de jogadores selecionados pela Federação Portuguesa de Futebol e que representa o futebol português . Não o País, o País é representado de outra maneira. E o futebol português é o quê? É o conjunto de clubes com os seus adeptos. (...) Eu não quero que o futebol português seja representado por jogadores que insultam parte daqueles que são os apoiantes da seleção nacional. Acho absolutamente inaceitável: 1. Que não haja uma palavra do FC Porto sobre isto. 2. Que não haja uma palavra do Presidente da FPF, Fernando Gomes, para dizer com mão firme: isto não pode ser!" O eng. Fernando Santos tinha também nisto um papel importante, que era o papel exemplar para dizer: não podemos pactuar com situações desta natureza. Eu não quero q

Posts do momento

«Há aqui motivo para um processo crime contra Fernando Santos»

Rita Garcia Pereira arrasa Fernando Santos no caso FEMACOSA. "Acho estranho que ninguém fale da condenação de Fernando Santos, e que ninguém questione como é que nós temos um selecionador que defraudou o Fisco." "Fernando Santos não me representa! Sinceramente isto envergonha-me." "Há aqui motivo para se avançar com um processo crime contra Fernando Santos, e com um processo disciplinar à (juíza) filha de Fernando Santos. A questão é se há coragem." Video edição: Master Groove . ( Não vale roubar o vídeo! )

António Melo contra centralização: «Era o que faltava!»

Dois minutos arrasadores na Bola TV: "Era o que faltava, o Benfica a sustentar o futebol de toda esta gente." O Benfica tem mais adeptos em todo o país do que o FC Porto e Sporting juntos. ( expresso/euroexpansão ) António Melo sobre a Centralização dos Direitos Televisivos, esta segunda-feira, na Bola TV. "Eu sou contra, completamente contra a Centralização dos Direitos Televisivos! Era o que faltava agora o Benfica, de longe o clube com mais adeptos no País, estar a sustentar o futebol de toda esta gente." ADENDA : "200% de acordo. Dar de comer a quem sempre nos tentou lixar. Centralizam, mas sem o Benfica." (Duarte Castro) Vídeo edição: Master Groove ( Não vale roubar o vídeo! )

O túnel da Madalena

Dizem que em dias gloriosos e radiosos, aparecem nos fundos daquela autêntica catacumba submundana, figuras fantasmagóricas – Abel “O Guarda” e “sus muchachos”. Ouvem-se rajadas de metralhadora… O túnel da “Madalena”, cujo início da construção data de meados da década de 80 do século passado, é uma cópia fiel, mas muito mais refinada, de um, bem mais antigo, o das Antas - esse túnel tenebroso onde se simulava a sodomização dos árbitros e que foi um altar de medo, boçalidade, coacção e violência.

Ricardo Araújo Pereira ARRASA Pedro Marques Lopes

o cronista mais bem sucedido do País Pedro Marques Lopes é o cronista mais bem sucedido do País. E as pessoas dizem: mas como, se ele não tem interesse nenhum? Acho que essa análise está mal feita. Ele não escreve bem? Escreve sim senhor! Por exemplo, eu lembro-me de uma crónica dele sobre o teatro, só não ganhou os jogos florais das Caldas porque ninguém a candidatou. (Ricardo Araújo Pereira, TVI24) (não vale roubar o video, ok?)

Coação: FCPorto deveria ter descido de divisão

Em entrevista ao Sol, o antigo presidente da Liga de Clubes, Hermínio Loureiro, denuncia pressões do FC Porto para "correr" com Ricardo Costa da Comissão Disciplinar da Liga. (22-05-2010) «Fizeram-me a vida negra»

Foi Pedroto que criou o «caso Calabote»

FC Porto: Mestres da mentira! Gente sem vergonha que enxovalha tudo e todos! Foi José Maria Pedroto que criou o «caso Calabote» em final dos anos 70 para responder a quem dizia que o FC Porto estava a ser escandalosamente beneficiado nos campeonatos nacionais de 1977/78 e 1978/79.

António Macedo: Não sou do Benfica, mas senti-me dorido com os insultos do Otávio

"Para mim é uma linha vermelha que é absolutamente inultrapassável." António Macedo sobre os cânticos contra o Benfica entoados por Otávio e Diogo Costa, ambos jogadores do FC Porto e da seleção portuguesa: A seleção nacional é um conjunto de jogadores selecionados pela Federação Portuguesa de Futebol e que representa o futebol português . Não o País, o País é representado de outra maneira. E o futebol português é o quê? É o conjunto de clubes com os seus adeptos. (...) Eu não quero que o futebol português seja representado por jogadores que insultam parte daqueles que são os apoiantes da seleção nacional. Acho absolutamente inaceitável: 1. Que não haja uma palavra do FC Porto sobre isto. 2. Que não haja uma palavra do Presidente da FPF, Fernando Gomes, para dizer com mão firme: isto não pode ser!" O eng. Fernando Santos tinha também nisto um papel importante, que era o papel exemplar para dizer: não podemos pactuar com situações desta natureza. Eu não quero q