Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2010

Hugo Gilberto e Rui Moreira, levam puxão de orelhas! (A Voz do Cidadão)

Ver 'A Voz do Cidadão'

Portugal ainda muito Corrupto

RELATÓRIO ANUAL DA TI (TRANSPARÊNCIA INTERNACIONAL) 2010 Leis herméticas, um aparelho de Justiça que não funciona e resultados nulos no combate à corrupção são as razões apontadas pela TI para explicar a má posição de Portugal. Leis invariavelmente cheias de regras que ninguém compreende e excepções por forma a obedecer muitas vezes a este ou aquele grupo e, o pior de tudo, leis que atribuem um ilimitado poder arbitrário a quem as administra.

Em Grande, João Gobern

"Que os Bin Ladens do futebol Português não nos tirem mérito" A esta afirmação de Pinto da Costa, João Gobern responde simplesmente isto: «Eu não consigo perceber a quem o presidente do FCP se refere (...) porque Bin Laden raramente é visto (...) Ora se o objectivo de PdC era atingir alguém que aparece vezes demais, errou na comparação, errou na escolha do nome, porque uma pessoa que dá a cara por aquilo que pensa e por aquilo que diz, não pode ser comparada a um terrorista. Os terroristas são aqueles que se escondem, são aqueles que são cobardes, e que independentemente de às vezes o voluntarismo, de outros, poder levar a alguns excessos, pelo menos há o mérito que têm, é que não se escondem nem fogem para Espanha .» (in: RTP Zona Mista) ESTE É UM JORNALISTA COM COLUNA VERTEBRAL

Oliveira e Costa do “fostes” e Bidé, cada vez mais isolado

Moças do século XIX usando bidês O FRACO REI Nunca fui de participar nas aventurosas peripécias da vida interna dos clubes. Parece-se demasiadas vezes com o pior da política e falta-lhe o melhor. Mas, ao ouvir Dias Ferreira tão desconfortado como a promoção da assembleia geral, pensei o mesmo que muitos sócios: “Ai não me queres lá? Então agora é que vou mesmo!” E fui. Pela primeira vez na minha vida. Habituado a outros campeonatos, perturbou-me o papel que uns rapazes de umas claques podem ter numa assembleia supostamente democrática. E o meu espanto é que, apesar de tudo, isto era pouco habitual no Sporting. As derrotas explicam o desespero e a irracionalidade. Mas não é só isso. Citando o bom Camões, um fraco rei faz fraca a forte gente.

Frase do Século!

"Não sei para que é que querem gastar dinheiro no TGV se podem perfeitamente oferecer um Porsche a cada português, gastando menos"

Gente Séria é Outra Coisa. "Percebestes", rui oliveira e costa?

Dias da Cunha,, veria com bons olhos que o clube leonino patrocinasse, juntamente com o Benfica, uma candidatura à presidência da FPF como a de Fernando Seara. Numa altura em que já começaram as movimentações que têm as eleições federativas no horizonte, Dias da Cunha , numa entrevista à TSF, fala da necessidade de entendimento. «Prefiro que os clubes capazes de se entenderem avancem com um candidato único. Não tenho nada contra o nome de Fernando Seara. Sei que é um benfiquista ferrenho, mas também sei que sabe separar as coisas», considera.

Bem-Vindo José Diogo Quintela (Sportinguista)

"No Trio d'Ataque de terça-feira, depois da saída de Rui Moreira (que fez lembrar a fuga do árbitro Paulo Baptista das Antas, quando Pinto da Costa lhe quis oferecer «jantar»), Rui Oliveira e Costa (ROC) disse que as escutas são uma forma de tortura. Disse também que não as discutia porque, cito, «não lavo a cara no bidé», o que faz dele um dos mais completos comentadores desportivos de país: não só perora sobre futebol como, ao mesmo tempo, fornece informações sobre os seus hábitos de higiene. Gosto disso e vou copiar o modelo. Eu (que não uso canetas Bic para limpar a cera dos ouvidos) também acho que as escutas são uma tortura. Mas para quem as ouve. Perceber que aquelas conversas foram descaradamente ignoradas pelo tribunal é um suplício para mim, (que não palito os dentes com a chave). Debruço-me apenas sobre alguns segundos destas novas escutas, quando António Araújo fala com um funcionário do FCP e pergunta quem serão os bandeirinhas de Paraty no Gil Vicente-Sporting.

Toma lá que é para aprenderes, Oliveira e Costa

(...) Seja como for, Rui Moreira venceu André Villas-Boas no capítulo da ambivalência. Por um lado, é contra a prática pidesca das escutas; por outro, é a favor da prática pidesca de tentar condicionar os assuntos sobre os quais os outros querem falar. Mas desdramatizemos: sem Rui Moreira, “Trio D’Ataque” melhorou substancialmente. Se Rui Oliveira e Costa também tivesse abandonado o estúdio, aí então teria sido um programa genial. Mas compreendo que tenha que ficar alguém para defender o ponto de vista do FC Porto. E não só: Rui Oliveira e Costa representa também no programa um terceiro grupo, o dos portugueses sem qualquer tipo de escolaridade: quando, por exemplo, se dirige ao moderador para lhe dizer “explicitastes claramente” e “fostes exemplar”. Enfim, as coisas são o que são. Uma laranjeira não dá nêsperas. Miguel Gois, in Record, 9 outubro 2010

Excelente Jorge Gabriel, Bem-Vindo

MUITA AREIA Perturbou-me imenso a audição das escutas telefónicas, recentemente difundidas pelo único meio verdadeiramente livre e democrático: a Internet. Este veículo não está dependente de erros primários, judiciais, facciosos, legislação caduca, ou de bilhetes para assistir a partidas da Liga dos Campeões. Há muito que esperava que o meu estimado amigo Rui Moreira se levantasse definitivamente daquela cadeira. Não porque os esclarecidos desconheçam a verdade, antes porque escasseiam argumentos para defrontar o óbvio. Significativo e imoral é o conteúdo das escutas, e não o modo como foram obtidas. Essa hipócrita lei que protege os investigados, tem-nos arrastado nesta lama onde todos se afundam e apenas prevalecem os interesses particulares em detrimento do bem comum. Richard Nixon manter-se-ia indefinidamente na Casa Branca se Bob Woodward e Carl Bernstein, repórteres do “Washington Post”, não trouxessem à estampa as gravações que demonstravam que o Presidente ti

A-PVasconcelos responde aos leitores do MG

Caros amigos, Fico subjugado com  tantos comentários . Na verdade, eu não fiz nada de extraordinário: limitei-me a dizer aquilo que qualquer pessoa de bem pensa, perante escutas que foram, na altura, devidamente autorizadas por um juiz de instrução e que, inexplicavelmente (a não ser por intervenção de forças exteriores à justiça) não foram tidas em conta pelos tribunais civis e levaram à absolvição de todos os arguidos. Ao contrário do que se passou na Justiça Desportiva, que agiu em conformidade com a Lei e o Estado de Direito (os arguidos, perante os indícios de crime, foram acusados por um instrutor e julgados pela Comissão de Disciplina, com direito a defesa e prova, para que se respeitasse o exercício do contraditório, e foram punidos dentro do que a moldura penal permitia), os tribunais civis desvalorizaram as escutas e o testemunho de Carolina Salgado e ilibaram os acusados. O país inteiro que se interessa por futebol e que não está de má-fé, ouviu e confirmou o que h

Excelente António Pedro, Excelente

O MEU TOPO ESTA SEMANA adenda: (Voz Off) Quem manda na RTPN é o presidente do porto! Resposta de A-PV aos nossos Comentários

Ai Portugal, Portugal, de que é que tu estás à espera?

Ai Portugal, Portugal, de que é que tu estás à espera? Tens um pé numa galera e outro no fundo do mar. Ai Portugal, Portugal, enquanto ficares à espera, ninguém te pode ajudar.


SIGA-NOS

Posts do momento

«Não estamos a falar de um jovem coitadinho. Estamos a falar de crimes! O resto é conversa»

O pirata informático Rui Pinto! Desmontada a tese 'Robin Pinto dos Bosques'. Limpinho! Debate: 'O Pirata Rui Pinto' (excerto de 15 min). Com Aníbal Pinto, ex-advogado de Rui Pinto; Manuel Rodrigues; André Ventura; prof. Rui Pereira. Video:Play/Pause "Não estamos a falar de um coitadinho. Estamos a falar de crimes cometidos por alguém extremamente inteligente, com meios e intenção de os praticar. O resto é conversa". (Manuel Rodrigues, ex-inspector da PJ)

História da penhora do Estádio das Antas - José Gomes Ferreira

Esta é a parte da intervenção de José Gomes Ferreira que foi removida do vídeo que circula nas redes sociais!

Ricardo Araújo Pereira ARRASA Pedro Marques Lopes

o cronista mais bem sucedido do País Pedro Marques Lopes é o cronista mais bem sucedido do País. E as pessoas dizem: mas como, se ele não tem interesse nenhum? Acho que essa análise está mal feita. Ele não escreve bem? Escreve sim senhor! Por exemplo, eu lembro-me de uma crónica dele sobre o teatro, só não ganhou os jogos florais das Caldas porque ninguém a candidatou. (Ricardo Araújo Pereira, TVI24) Video:Play/Pause (não vale roubar o video, ok?)

Amigos, é ainda pior! O bando dos quatro

Afinal não era a troika, é o bando dos quatro:  o cancro, o ministro, o corrupto e o pusilânime! Agora sim, o quarteto está completo e não falta ninguém... sim, nem a portista Judite Sousa - esposa do pusilânime, aquela dos deveres conjugais que privou o Seara (coitado) de assistir à final da Taça da Liga! Mas que raio de benfiquista é este?!? NOTA: Convém sublinhar que este jantar foi no dia seguinte ao jogo Benfica-Porto no qual a arbitragem de Pedro Proença "roubou-nos" o campeonato para o FC Porto. Para o jantar de comemoração do título só faltou a presença de Proença no Gambrinus!