Julio Machado Vaz: Um Sorriso Largo no Céu - Master Groove
Avançar para o conteúdo principal

Julio Machado Vaz: Um Sorriso Largo no Céu

1942 - 2014. .

Quando fui trabalhar para a Suíça, a primeira pessoa a entrar-me no consultório sorriu, quando lhe perguntei em que podia tentar ajudar. Era um agente de seguros, o hospital não permitia que eu exercesse sem se proteger de eventuais "pontapés na gramática psiquiátrica". Quando soube que estava em presença de um português, levou a mão ao bolso do casaco e retirou, orgulhoso, uma fotografia autografada de Eusébio, que um dia jogara em La-Chaux-de-Fonds e fizera uma exibição memorável.

Aconteceu-me por todo o mundo. Em 66 estava em Inglaterra e vi, num dos meus amados pubs, ingleses, eufóricos com a vitória, moderarem os festejos perante as lágrimas dele. Fui um privilegiado - ao longo da minha adolescência, na década de sessenta, demandei Lisboa para ver o Benfica "dele" jogar. Na altura era demasiado novo para me aperceber da dimensão estética do espectáculo, queria ganhar e ele, ajudado por jogadores de excepção e trabalhadores incansáveis, fazia-me a vontade.

Os anos e o replay desnudaram outra dimensão - o seu futebol era belo. Porque continha a elegância que a força não remete para a segunda plateia e uma alegria infantil, que tresandava a trapeira. Pesa-me que nem sempre a sua saúde tenha sido devidamente consolidada, perante as imposições contratuais, períodos houve em que o Benfica não o abraçou com o carinho que merecia. Hoje, toda a gente o chora e honra. Mas, a curto prazo, todos podemos prestar-lhe, e ao Desporto que amava, uma singela homenagem - tudo fazer, antes, durante e depois, para que no Domingo "apenas" aconteça um grande jogo de futebol no Estádio da Luz.

E não esqueçam! - a partir de agora, quando olharmos o céu, se olharmos com muuuita atenção..., veremos um sorriso largo como pano de fundo do voo da águia.
Fiquem bem.

Julio Machado Vaz

Partilhe este artigo

Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post
Comentários
0 Comentários

Comentários Blogger

Mensagens populares

Manuel Queiroz apanhado a mentir é arrasado em directo

Para Manuel Queiroz (presidente do CNID - Clube Nacional Imprensa Desportiva), o jogo Marítimo-Benfica, da época 2015/16, "foi estranho e levantou logo suspeitas porque Fransérgio jogou a ponta de lança". Entretanto, já o programa ia a meio, Queiroz recebeu uma resposta surpreendente.

imagem fonte:zerozero


Nota: Ninguém fala das poupanças do Marítimo contra o SCP (5 titulares no banco) para poderem defrontar o Benfica na jornada seguinte. 400.000 euros explicam essa estranheza. Também ninguém fala das 5 derrotas do Marítimo nas últimas 6 jornadas desse campeonato... (Rui Faria)

Verdades que as 'Virgens ofendidas' do Sporting merecem ouvir

Telespectador aviva a memória das 'Virgens ofendidas' do Sporting.



O telespectador Eugénio Matos, esta manhã no Opinião Pública SIC Noticias, disse muito do que tem de ser dito aos sportinguistas: "Todos têm responsabilidades, mas há muita gente a querer tirar o cavalo da chuva" "Agora estes senhores sofrem todos de Alzheimer?"

«Não dou nenhuma credibilidade à reportagem da SIC» Rui Gomes Silva

Em seis minutos Rui Gomes Silva desmonta a peça da SIC sobre corrupção desportiva.




Rui Gomes Silva analisa a reportagem da SIC assinada pelo jornalista Gonçalo Azevedo Ferreira. No programa O Dia Seguinte, Gomes da Silva começou por dizer categoricamente: "Com todo o respeito pela SIC, não dou nenhuma credibilidade à reportagem".


Francisco J. Marques, os teus e-mails são meus

Francisco J. Marques, achas mesmo que tens o direito, a legitimidade, ou apenas a moralidade para usar a minha caixa de correio electrónico, e desatar a ler os meus e-mails num programa de TV? A sério? Então por que não fazes o mesmo com a tua caixa de correio electrónico?


hseneca@exameinformatica.pt
Francisco J. Marques, os teus e-mails são meus
Como não sou exibicionista, vou poupar pormenores sobre aquilo que se pode encontrar na minha caixa de e-mail profissional:

- Alguns e-mails de pessoas que me deram informação sob anonimato;

- Um ou outro secretário de estado; e penso que até um ministro antes de o ser;

- Pouco mais de uma dezena de mensagens onde descomponho alguém que me pareceu incompetente na hora de me dar informação e um pouco mais de uma dezena de e-mails em que essas pessoas justamente me retribuem na mesma moeda;

- Alguns poemas ridículos que me hão de envergonhar até ao último torrão de terra cair sobre o meu caixão;

- Cartas para os meus filhos e para a mãe dos meus…

Há ou não justa causa nas rescisões no Sporting?

Vamos lá pôr os pontos nos is.


O especialista em Direito do Trabalho, Luís Gonçalves, ontem na SIC Noticias disse que há motivos para a justa causa nas rescisões dos jogadores do Sporting, e fez um desafio aos telespectadores.

Também Garcia Pereira, à Lusa, disse que entende existir "de facto um incumprimento contratual grave, culposo e, em alguns casos, doloso, das garantias dos praticantes desportivos", o que torna "praticamente impossível" uma decisão em favor dos 'leões'.


Meter o José Eduardo no Opinião Publica dá nisto!

Quando, para falar da Selecção de todos nós, convidam apoiantes de Bruno de Carvalho, dá nisto. O povo não perdoa!



José Eduardo e Daúto Faquirá (apoiantes de Bruno de Carvalho) formam os convidados da SICNoticias. O tema era a antevisão do Portugal-Espanha no Mundial, mas alguns telespectadores aproveitaram para confrontar os convidados com outros temas. Foram logo os três primeiros participantes.

Ainda a idade de Renato Sanches e o Sporting
(OJogo, 06-Julho-2016)

O jornalista Miles Chambers já respondeu através do seu Twitter ao comunicado emitido pelo Sporting a propósito de um artigo por si assinado, onde refere que o debate público a propósito da idade de Renato Sanches foi iniciado por Bruno de Carvalho.

"A intimidação do Sporting não funciona. Aqui está a razão pela qual o debate quanto à idade de Renato Sanches está enraizada no preconceito racial", escreveu, junto ao link para o seu artigo intitulado "Jovem, talentoso e preto: porque as reivindicações em torno d…

Paulo Garcia: Que insensibilidade é esta que nos rodeia a todos?

Excelente intervenção de Paulo Garcia no programa "O Dia Seguinte", sobre o terror que se viveu em Alcochete, e a cegueira de adeptos que não vêem o essencial. "A nova filosofia do eu".

"Qual é a insensibilidade que nesta altura nos rodeia a todos, para perceber na totalidade o que aconteceu em Alcochete? O que é que está a acontecer? Para onde é que nós estamos a conduzir a sociedade?"

Calúnia é crime! Isto não pode passar em claro

A propaganda nazi sabia que “uma mentira repetida mil vezes se tornava verdade”. Era o que dizia o senhor Goebbels, o sinistro ministro da propaganda de Hitler. Pinto da Costa, há anos que lê da mesma cartilha e usa os mesmos métodos.

Pinto da Costa na Afurada



O Sr. Pinto da Costa montou uma ficção e vive nela. Ao contrário dos rivais de Lisboa, que escolheram animais existentes para símbolo dos seus clubes (a águia e o leão), o Sr. Pinto da Costa inventou um animal mitológico e faz crer aos portistas que ele existe: um dragão! Ora os dragões têm referido repetidamente que o Benfica ganhava sempre no passado porque era “o clube do Regime”, e agora o seu Chefe chegou ao desplante de dizer que era “o clube do Fascismo”! A calúnia é crime, meus senhores, e o Benfica devia pôr um processo a este senhor por difamação!
Este ano os portistas, mais uma vez, voltaram a eleger o slogan do Benfica: SLS, SLB! para celebrar o título. Um sinal de menoridade, para além do mais. O Benfica devia apre…