Querem-nos convencer de que nada disto aconteceu - Master Groove
Avançar para o conteúdo principal

Querem-nos convencer de que nada disto aconteceu

Um discurso inconveniente

A modorra da banalidade instalou-se no universo dos comentadores desportivos. Estão todos ocupados em falar de assuntos sérios e de índole soberba e não abordam aquelas coisitas pequenas e inoportunas que ajudam a decidir campeonatos e a fazer de párias heróis.

Assim, não se pode incluir no comentário desportivo o facto de o Sporting andar há três das quatro jornadas a marcar golos precedidos de fora de jogo e a beneficiar de penáltis que não são assinalados aos seus adversários. É mais prático endeusar um Montero que está a aprender a aproveitar as linhas de fora de jogo que se calculam entre a miopia do fiscal de linha, a cegueira do árbitro, a surdez dos comentadores e a histeria daquele novo delegado sportinguista. Do mesmo modo, não convém falar do facto de o FCP não ter, em quatro jornadas, um único jogo em que não tenha beneficiado de um golo irregular ou de um penálti inexistente. 

Tudo isto é assunto tabu ou, pelo menos, varrido para debaixo do tapete da já proverbial bajulação bacoca, parola e subserviente com que o jornalismo desportivo insiste em limpar a imagem de agentes desportivos que contribuem diariamente para que tenhamos a corrupção a assentar arraiais ao lado da incompetência. Tal como, em Portugal, ninguém comenta uma interessante investigação feita por jornalistas franceses, no programa ‘Cash Investigation’, do Canal France 2, que muito nos dizem sobre a metodologia dos negócios da “estrutura perfeita” do clube da Torre das Antas e o tristemente famoso agente D’Onofrio, com declarações esclarecedoras de Maurizio Delmenico, administrador da Robi Plus.

De nada disso convém falar, a nada disso convém dar tempo de antena e, com o tempo, ainda nos vão querer convencer de que nada disto aconteceu. - Pedro Ferreira
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post
Comentários
3 Comentários

Comentários Blogger


  1. Só falo de arbitragens quando o presidente do Benfica fizer o pino.

    Não foi que disse à BTV.

    ""NÃO FALO DE ARBITRAGENS"".

    Se o chefe manda quem sou eu para não obedecer ???

    ResponderEliminar
  2. Esta jornada mais uma vez comprovou-se a importância de uma expulsão ou penalti no rendimento e nos pontos conquistados pelos clubes. O Porto se tiver penaltis ou expulsões contra, também vai piorar o seu rendimento.
    Estatisticamente está provado que as equipas tem melhor desempenho pontual quando beneficiam de uma decisão arbitral favorável (PENALTI OU EXPULSÃO) e pioram a percentagem de pontos nos jogos em que sofrem um penalti.
    Nos 600 jogos analisados das últimas 5 épocas, constatou-se que em média os 4 candidatos ao título (Porto, Benfica, Braga e Sporting) conquistaram 70% dos pontos em disputa nesses jogos.

    Quanto analisados somente os 332 jogos sem nenhum penalti ou expulsão, em média conquistaram 71% dos pontos.

    Nos 176 jogos em que beneficiaram de um penalti ou expulsão o rendimento médio desses clubes sobe para 80% dos pontos em disputa.

    Nos 92 jogos em que foram penalizados com um decisão arbitral desfavorável (Penalti ou Expulsão), o rendimento médios dos 4 clubes baixou para 51% dos pontos em disputa.

    Podem consultar esses dados no blog: http://influenciaarbitral.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

SIGA-NOS

Mensagens populares

Como desviar as atenções do FCPorto quando é alvo de denúncia?

Ontem, durante o programa Liga D'Ouro, foi lançado um ALERTA CM: "O Ministério Público recebeu uma denúncia que envolve FC Porto e Portimonense".

Naturalmente, esperava que se comentasse o teor (a ser verdade, gravíssimo) desta denúncia. Comentou-se, sim, mas tudo ao lado. Veja o que fez o moderador e o jornalista José Manuel Freitas. Do nada, metem o Benfica ao barulho e...Ciao AlertaCM. Fantástico! O Francisco J. Marques não faria melhor.

«Exactamente. Fomos avisados pela própria Policia Judiciária»

FC Porto, 30 anos a ganhar à custa de expedientes irregulares.  Revelações da ex-companheira de Pinto da Costa



Quem é que avisou?
"Foi um elemento da Policia Judiciária, amigo do irmão de Reinaldo Teles"

"Ele [o árbitro, Augusto Duarte] foi pago para o Porto ganhar e o Benfica perder. E fomos campeões". (...) "O Mourinho ganhou tudo, mas não ganhou sozinho. Ganhou, comprando os árbitros", disse o Jorge Nuno.

Confissão do ex-árbitro Jacinto Paixão: "É verdade que o FCPorto nos ofereceu raparigas como era habitual fazer.."

FC Porto: ALDRABAR é um modo de vida

Quem manipula fotografias, manipula tudo: jogos, classificações, competições, árbitros, adversários, jornais, rádios & televisões, tudo, mesmo tudo!



Estão tão habituados a viciar e manipular, anos-e-anos-a-fio com impunidade, que para eles é natural aldrabar. É um modo de vida. Faz parte deles. Há quem queira e seja honesto. Estes são desonestos, aldrabões e trafulhas. Uma máquina a fazer o mal. (Miguéns)

«Esta ninguém me apaga!» Carolina Salgado



Depois de ter sido apagada da foto onde aparecia na comitiva que foi recebida pelo Papa João Paulo II, e que agora está em exposição do Museu do FC Porto, a ex-companheira de Pinto da Costa, Carolina Salgado, colocou no Facebook uma imagem em resposta ao líder portista: "Esta ninguém me apaga", escreveu.






Veja: O túnel da Madalena - Um túnel projectado até ao Vaticano, que ludibriou o Papa e os seus conselheiros.

Problemas crónicos nas costas... do Mendes

Mendes, amigo do FC Porto, desviava jogadores pretendidos pelo Benfica.
Jorge Mendes, Pinto da Costa e os favores ao comissário da Policia.



Mendes não percebe o interesse de Pinto da Costa num jogador menor: "é irmão dum Comissário da Policia, dá sempre jeito", esclarece o presidente do FCP.

Jornalismo: O público sempre soube rejeitar a propaganda e a manipulação

Andaram 20 anos de costas para o jornalismo e agora publicam editoriais lancinantes em busca dos leitores perdidos. A ameaça à Liberdade de Imprensa e à Democracia nasceu nas redacções que se subjugaram aos grupos económicos e empresariais e teve como resposta o afastamento do público, que sempre soube rejeitar a propaganda e a manipulação.

João Querido Manha

E agora quem carrega o Benfica?

E agora, quem carrega o Benfica? Quem dá cabo dos músculos lombares pelo peso de uma responsabilidade levada às costas durante quatro anos, à razão de um golo por jogo?



E agora quem carrega o Benfica?

O desenho meio abstracto e de traços largos ganhou, por fim, contornos evidentes: Jonas está de saída do Benfica. Não há dores nas costas, não há ciúmes da concorrência directa, não há falta de contrato, há uma cabeça virada do avesso pelo dinheiro fácil do mundo do petróleo.

Jonas sai e a pergunta é: e, agora, quem carrega o Benfica? Quem dá cabo dos músculos lombares pelo peso de uma responsabilidade levada às costas durante quatro anos, à razão de um golo por jogo (entre os marcados e os provocados), ficando só abaixo de Cardozo na longa lista dos melhores avançados estrangeiros do clube?

No imediato, a responsabilidade transfere-se para as costas de Rui Vitória, o último escudo humano de Luís Filipe Vieira, perante a ameaça de uma guerra civil desportiva se o Benfica não conseguir ch…

E-mails Bombásticos: Violação e manipulação

PROFESSOR DA UNIVERSIDADE DE YALE (EUA) ARRASA CASO DOS E-MAILS DO BENFICA. Às vezes nos livros mais inesperados encontram-se coisas extraordinárias. É o caso do livro «Sobre a Tirania - Vinte Lições do Séc. XX» de Timothy Snyder. A oportuna e espantosa coincidência desta lição, comprova em absoluto o subtítulo do post.

Os 'e-mails bombásticos' divulgados em momentos oportunos, constituíram também um poderoso método de desinformação.
As palavras que são escritas numa determinada situação, apenas fazem sentido nesse contexto. O próprio acto de deslocá-las do seu momento histórico colocando-as posteriormente num outro, consiste num acto de falsificação.
Lição sobre 'E-mails Bombásticos', narrada por João Gobern, extrato 2 min.




"O roubo, a discussão ou a publicação de comunicações pessoais, destrói um fundamento básico dos nossos direitos. Ninguém (excepto, talvez, um tirano) tem uma vida privada capaz de sobreviver à exposição pública com intenções hostis".

Tim…

Verdades que as 'Virgens ofendidas' do Sporting merecem ouvir

Telespectador aviva a memória das 'Virgens ofendidas' do Sporting.



O telespectador Eugénio Matos, esta manhã no Opinião Pública SIC Noticias, disse muito do que tem de ser dito aos sportinguistas: "Todos têm responsabilidades, mas há muita gente a querer tirar o cavalo da chuva" "Agora estes senhores sofrem todos de Alzheimer?"