O General sem Medo e sem Vergonha - Master Groove
Avançar para o conteúdo principal

O General sem Medo e sem Vergonha



31.º ANIVERSÁRIO À FRENTE DO FC PORTO
(...) Conheci a sua fúria pela primeira vez nos balneários do Estádio do Restelo, situação que me pôs a abrir o jornal da RTP2, então apresentado pela Manuela Moura Guedes. Logo a seguir, o então presidente do Belenenses, Mário Rosa Freire, denunciou a presença de seguranças do FC Porto no Restelo com metralhadoras nos porta-bagagens dos automóveis. Confesso que não as vi mas confirmo: levitei um bocadinho ali para os lados de Belém. (Eugénio Queirós, Record, 4 Abril 2013)

.............................................

Bastava o Jorge Nuno dizer-me: 'Este tem que ser limpo'


PINTO DA COSTA, 31 ANOS DE EXEMPLAR VALENTIA

1988 Novembro, 20
Apesar da sua avançada idade, Carlos Pinhão é barbaramente agredido em Aveiro, depois de jogo Beira Mar-FCP, por elementos ligados ao FCP. O processo judicial acabará por ser arquivado por "falta de provas".
No mesmo dia, Martins Morim, do mesmo jornal, é também alvo da fúria dos adeptos do clube da cidade invicta. Entre os agressores destacava-se Tónio Maluco, conhecido adepto portista. O guarda Abel diz aos jornalistas que «era melhor do que cair por uma ribanceira».

1989 Março, 5
Eugénio Queirós, jornalista do Correio da Manhã/Record, é agredido no Estádio do Restelo por seguranças de Pinto da Costa, que o empurram violentamente para fora do corredor de acesso à cabine do FC Porto. O jornalista ainda apresenta queixa na PJ mas acaba arquivada por "não se conseguir identificar os agressores".

Setembro, 24
João Freitas, jornalista de A Bola, é agredido barbaramente perto dos balneários do Estádio das Antas. Foi assistido no Hospital de Santo António e identificou Vergílio Jesus e um tal Armando entre os agressores. A queixa foi arquivada porque a testemunha principal, o agente da PSP Oliveira Pinto, disse que não se lembrava de nada.

1990 Outubro, 24
José Saraiva, chefe de redacção do Jornal de Notícias, é agredido à porta de casa por dois indivíduos. O JN tinha publicado uma notícia envolvendo Pinto da Costa no famoso caso "Aveirogate". Nunca chegou a haver queixa judicial.

1992 Setembro, 1
António Paulino, jornalista do Expresso é agredido à porta do seu jornal na redacção do Porto, segundo o próprio, por Pinto da Costa, o filho e Joaquim Pinheiro. Tudo acontece porque queriam sabem que teria sido o jornalista responsável pela notícia sobre um processo de Alexandre Pinto da Costa.

1994 Dezembro, 11
Marinho Neves, jornalista da Gazeta dos Desportos e autor do livro sobre corrupção na arbitragem "Golde de Estádio" é alvo de uma emboscada à porta de casa por dois indivíduos. Processo judicial vem a ser arquivado na PJ do do Porto por "falta de provas", apesar de haver cinco testemunhas que nunca foram ouvidas e de a queixa se fazer acompanhar com uma fotografia dos agressores

1995 Março, 5
No intervalo de um FC Porto-Benfica, José Pratas, o árbitro do encontro, é insultado e agredido no balneário. Quando volta ao terreno de jogo faz uma arbitragem absolutamente vergonhosa, beneficiando claramente a equipa da casa. O FCPorto vence o jogo por 2-1.

2002
Rui Rio, Presidente da CM do Porto denuncia um eventual favorecimento político do anterior camarário em torno da construção do novo Estádio do FCP.
Março
Rui Rio é escoltado pela Policia, em causa uma manifestação dos portistas contra a suspensão das obras do Estádio.

2005 Janeiro, 25
Ricardo Bexiga, vereador do PS da CM de Gondomar é violentamente agredido no Parque de Estacionamento por dois indivíduos encapuzados, contratados pela ex-namorada de Pinto da Costa, Carolina Salgado.  (ver o vídeo do post)

JOÃO SANTOS: "MOSTRAVAM METRALHADORAS"
João Santos, antigo presidente do Benfica, relembra o episódio das ameaças de morte perpetradas pelo guarda Abel.
“Estava em representação do clube na cerimónia de tomada de posse dos órgãos sociais do Salgueiros. Logo no início do acto, entra na sala um indivíduo o guarda Abel, que começa a injuriar-me. ameaçando-me de morte. Acho que o fez porque nós denunciávamos frequentemente algumas práticas menos claras que ele e o seu grupo cometiam. Ele estava nitidamente embriagado, ou pelo menos actuava como tal. Lá o convenceram a sair da sala, mas fê-lo a custo e sempre a ameaçar-me de morte”.

João Santos garante ainda que nas deslocações a Lisboa, o grupo do guarda Abel “mostrava as metralhadoras que escondia debaixo das gabardinas, para intimidar. Segundo sei, eram armas da polícia, requisitadas à sexta-feira, antes dos jogos, e devolvidas na segunda-feira. Infelizmente, o processo sobre este caso não teve seguimento, pois o ministro da tutela de então parece que o guardou na gaveta. Razões políticas...”

HERNÂNI GONÇALVES: "O BALNEÁRIO É UM SANTUÁRIO"
“O guarda Abel é um polícia muito competente e um portista ferrenho, do qual tenho o prazer de ser amigo. Há uns anos, em Alvalade, houve um diferendo entre o Branco e um jogador do Sporting. A polícia quis entrar no balneário e ele disse-lhes: “Alto que aqui ninguém entra. Isto é um santuário fora da autoridade policial”. E eles não entraram”.

Ah! VALENTES (mafiosos)! 
Resumo completo em:
O Túnel da Madalena (30 anos de corrupção)
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post
Comentários
5 Comentários
SIGA-NOS

Mensagens populares

Como desviar as atenções do FCPorto quando é alvo de denúncia?

Ontem, durante o programa Liga D'Ouro, foi lançado um ALERTA CM: "O Ministério Público recebeu uma denúncia que envolve FC Porto e Portimonense".

Naturalmente, esperava que se comentasse o teor (a ser verdade, gravíssimo) desta denúncia. Comentou-se, sim, mas tudo ao lado. Veja o que fez o moderador e o jornalista José Manuel Freitas. Do nada, metem o Benfica ao barulho e...Ciao AlertaCM. Fantástico! O Francisco J. Marques não faria melhor.

Jornalismo: O público sempre soube rejeitar a propaganda e a manipulação

Andaram 20 anos de costas para o jornalismo e agora publicam editoriais lancinantes em busca dos leitores perdidos. A ameaça à Liberdade de Imprensa e à Democracia nasceu nas redacções que se subjugaram aos grupos económicos e empresariais e teve como resposta o afastamento do público, que sempre soube rejeitar a propaganda e a manipulação.

João Querido Manha

Problemas crónicos nas costas... do Mendes

Mendes, amigo do FC Porto, desviava jogadores pretendidos pelo Benfica.
Jorge Mendes, Pinto da Costa e os favores ao comissário da Policia.



Mendes não percebe o interesse de Pinto da Costa num jogador menor: "é irmão dum Comissário da Policia, dá sempre jeito", esclarece o presidente do FCP.

«Exactamente. Fomos avisados pela própria Policia Judiciária»

FC Porto, 30 anos a ganhar à custa de expedientes irregulares.  Revelações da ex-companheira de Pinto da Costa



Quem é que avisou?
"Foi um elemento da Policia Judiciária, amigo do irmão de Reinaldo Teles"

"Ele [o árbitro, Augusto Duarte] foi pago para o Porto ganhar e o Benfica perder. E fomos campeões". (...) "O Mourinho ganhou tudo, mas não ganhou sozinho. Ganhou, comprando os árbitros", disse o Jorge Nuno.

Confissão do ex-árbitro Jacinto Paixão: "É verdade que o FCPorto nos ofereceu raparigas como era habitual fazer.."

FC Porto: ALDRABAR é um modo de vida

Quem manipula fotografias, manipula tudo: jogos, classificações, competições, árbitros, adversários, jornais, rádios & televisões, tudo, mesmo tudo!



Estão tão habituados a viciar e manipular, anos-e-anos-a-fio com impunidade, que para eles é natural aldrabar. É um modo de vida. Faz parte deles. Há quem queira e seja honesto. Estes são desonestos, aldrabões e trafulhas. Uma máquina a fazer o mal. (Miguéns)

«Esta ninguém me apaga!» Carolina Salgado



Depois de ter sido apagada da foto onde aparecia na comitiva que foi recebida pelo Papa João Paulo II, e que agora está em exposição do Museu do FC Porto, a ex-companheira de Pinto da Costa, Carolina Salgado, colocou no Facebook uma imagem em resposta ao líder portista: "Esta ninguém me apaga", escreveu.






Veja: O túnel da Madalena - Um túnel projectado até ao Vaticano, que ludibriou o Papa e os seus conselheiros.

E agora quem carrega o Benfica?

E agora, quem carrega o Benfica? Quem dá cabo dos músculos lombares pelo peso de uma responsabilidade levada às costas durante quatro anos, à razão de um golo por jogo?



E agora quem carrega o Benfica?

O desenho meio abstracto e de traços largos ganhou, por fim, contornos evidentes: Jonas está de saída do Benfica. Não há dores nas costas, não há ciúmes da concorrência directa, não há falta de contrato, há uma cabeça virada do avesso pelo dinheiro fácil do mundo do petróleo.

Jonas sai e a pergunta é: e, agora, quem carrega o Benfica? Quem dá cabo dos músculos lombares pelo peso de uma responsabilidade levada às costas durante quatro anos, à razão de um golo por jogo (entre os marcados e os provocados), ficando só abaixo de Cardozo na longa lista dos melhores avançados estrangeiros do clube?

No imediato, a responsabilidade transfere-se para as costas de Rui Vitória, o último escudo humano de Luís Filipe Vieira, perante a ameaça de uma guerra civil desportiva se o Benfica não conseguir ch…

Verdades que as 'Virgens ofendidas' do Sporting merecem ouvir

Telespectador aviva a memória das 'Virgens ofendidas' do Sporting.



O telespectador Eugénio Matos, esta manhã no Opinião Pública SIC Noticias, disse muito do que tem de ser dito aos sportinguistas: "Todos têm responsabilidades, mas há muita gente a querer tirar o cavalo da chuva" "Agora estes senhores sofrem todos de Alzheimer?"

E-mails Bombásticos: Violação e manipulação

PROFESSOR DA UNIVERSIDADE DE YALE (EUA) ARRASA CASO DOS E-MAILS DO BENFICA. Às vezes nos livros mais inesperados encontram-se coisas extraordinárias. É o caso do livro «Sobre a Tirania - Vinte Lições do Séc. XX» de Timothy Snyder. A oportuna e espantosa coincidência desta lição, comprova em absoluto o subtítulo do post.

Os 'e-mails bombásticos' divulgados em momentos oportunos, constituíram também um poderoso método de desinformação.
As palavras que são escritas numa determinada situação, apenas fazem sentido nesse contexto. O próprio acto de deslocá-las do seu momento histórico colocando-as posteriormente num outro, consiste num acto de falsificação.
Lição sobre 'E-mails Bombásticos', narrada por João Gobern, extrato 2 min.




"O roubo, a discussão ou a publicação de comunicações pessoais, destrói um fundamento básico dos nossos direitos. Ninguém (excepto, talvez, um tirano) tem uma vida privada capaz de sobreviver à exposição pública com intenções hostis".

Tim…