Lápis Azul (e Branco) - Master Groove
Avançar para o conteúdo principal

Lápis Azul (e Branco)

Os humoristas José Diogo Quintela e Ricardo Araújo Pereira puseram fim às respectivas crónicas no jornal ABola, depois de o último texto de José Diogo ter saído truncado, sem autorização do autor.
Em causa estava uma resposta a Miguel Sousa Tavares, que acusava os dois elementos do Gato Fedorento de o criticarem sucessivas vezes como retaliação ao facto de, além do Presidente da República, ter sido a única pessoa a rejeitar o convite para participar no programa Esmiúça os Sufrágios.
Na crónica de domingo, José Diogo Quintela acusava Miguel Sousa Tavares de já o ter tentado intimidar por causa das crónicas: "Em Janeiro pediu a Pinto da Costa para que me processasse. Desta vez, vitimiza-se e ameaça abandonar a sua crónica n’ABOLA, pretendendo que o Ricardo e eu sejamos responsabilizados pela sua saída."

A direcção de ABola terá pedido aos Gato Fedorento que moderassem o tom das crónicas e que pusessem fim aos ataques pessoais nas páginas do jornal. INACREDITÁVEL!

Adenda: "Aqui há Gato" (artigo de A-PV in: MasterGroove)

Partilhe este artigo

Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post
Comentários
4 Comentários

Comentários Blogger

  1. Voltamos à ditadura. Alias, por este andar os jornais desportivos bem como as televisões a breve trecho vao passar a ser comandadas ao nivel das noticias desportivas pelo Fcp, atraves de Joaquim oliveira. Na sporttv já sabe o que é bem como nos jornais e radios que fazem parte do grupo desse oliveira. os restantes vao pelo mesmo caminho. Nada que me surpreenda

    ResponderEliminar
  2. .
    Vitor Serpa, director da bola

    Gostámos muito de cá ter os gatos. Ricardo Araújo Pereira e José Diogo Quintela terminam a sua colaboração em A BOLA. Ao contrário do que alguns jornais apressadamente noticiaram, não foram divergências editoriais que estiveram na origem da decisão de ambos, mas o não cumprimento de um acordo previamente estabelecido. Zé Diogo entendeu que lhe devíamos a publicação de um texto em que procurava continuar a usar as páginas de A BOLA como meio preferencial para prosseguir um cansativo e desinteressante (para os leitores de A BOLA) contencioso com Miguel Sousa Tavares, o que recusámos, até por haver mails, SMS e CTT para o efeito; Ricardo Araújo Pereira decidiu, por seu turno, seguir o seu companheiro dos "Gatos" por entender que não podia deixar de manifestar solidariedade a um colega de equipa. É assim a vida. Cá pela nossa parte - confesso- gostámos muito de os ter entre nós, numa equipa que se mostra muito diversa, de autores inteligentes e competentes, que ajudam a fazer de A BOLA um jornal especial, um jornal diferente e um jornal que, felizmente, continua a ter assinalável sucesso e, por isso, não se torna notícia por fazer despedimentos colectivos. Esses é que são os verdadeiros dramas e, felizmente, temos conseguido evitá-los. A saída e entrada de colunistas faz parte da vitalidade e dinâmica dos jornais. A decisão foi deles, embora a orientação, no sentido de se travar uma bem longa e dispensável guerra entre colunistas, fosse minha. Nada de anormal. Vou, aliás, continuar a gostar dos "Gatos" e, principalmente, do incomparável talento de Ricardo Araújo Pereira de quem sou e, julgo, continuarei a ser fã.

    PALHAÇO!!!!FDP!!!

    ResponderEliminar
  3. enfim...

    é outro que já vai parar ao outro lado...

    ResponderEliminar
  4. Da minha parte que costumava comprar o jornal algumas vezes, dificilmente vêm um tostão meu. São dos jornais que mais instabilidade causam ao Benfica, com as suas capas despropositadas e rídiculas, fazendo com que depois sejamos alvo de chacota e albergam os maiores anti-benfiquistas como colunistas. Não percebo como ainda são conotados como o jornal de benfiquistas, quando no máximo fazem campanha pelo Vieira, nunca pelo Benfica. Ignoraram por completo o que se passou nas escutas, nem uma capa, raríssimos artigos, não fosse os gatos e nem se falaría.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares

Manuel Queiroz apanhado a mentir é arrasado em directo

Para Manuel Queiroz (presidente do CNID - Clube Nacional Imprensa Desportiva), o jogo Marítimo-Benfica, da época 2015/16, "foi estranho e levantou logo suspeitas porque Fransérgio jogou a ponta de lança". Entretanto, já o programa ia a meio, Queiroz recebeu uma resposta surpreendente.

imagem fonte:zerozero


Nota: Ninguém fala das poupanças do Marítimo contra o SCP (5 titulares no banco) para poderem defrontar o Benfica na jornada seguinte. 400.000 euros explicam essa estranheza. Também ninguém fala das 5 derrotas do Marítimo nas últimas 6 jornadas desse campeonato... (Rui Faria)

Verdades que as 'Virgens ofendidas' do Sporting merecem ouvir

Telespectador aviva a memória das 'Virgens ofendidas' do Sporting.



O telespectador Eugénio Matos, esta manhã no Opinião Pública SIC Noticias, disse muito do que tem de ser dito aos sportinguistas: "Todos têm responsabilidades, mas há muita gente a querer tirar o cavalo da chuva" "Agora estes senhores sofrem todos de Alzheimer?"

Francisco J. Marques, os teus e-mails são meus

Francisco J. Marques, achas mesmo que tens o direito, a legitimidade, ou apenas a moralidade para usar a minha caixa de correio electrónico, e desatar a ler os meus e-mails num programa de TV? A sério? Então por que não fazes o mesmo com a tua caixa de correio electrónico?


hseneca@exameinformatica.pt
Francisco J. Marques, os teus e-mails são meus
Como não sou exibicionista, vou poupar pormenores sobre aquilo que se pode encontrar na minha caixa de e-mail profissional:

- Alguns e-mails de pessoas que me deram informação sob anonimato;

- Um ou outro secretário de estado; e penso que até um ministro antes de o ser;

- Pouco mais de uma dezena de mensagens onde descomponho alguém que me pareceu incompetente na hora de me dar informação e um pouco mais de uma dezena de e-mails em que essas pessoas justamente me retribuem na mesma moeda;

- Alguns poemas ridículos que me hão de envergonhar até ao último torrão de terra cair sobre o meu caixão;

- Cartas para os meus filhos e para a mãe dos meus…

«Exactamente. Fomos avisados pela própria Policia Judiciária»

FC Porto, 30 anos a ganhar à custa de expedientes irregulares.  Revelações da ex-companheira de Pinto da Costa



Quem é que avisou?
"Foi um elemento da Policia Judiciária, amigo do irmão de Reinaldo Teles"

"Ele [árbitro] foi pago para o Porto ganhar e o Benfica perder. E fomos campeões."

Confissão do ex-árbitro Jacinto Paixão: "É verdade que o FCPorto nos ofereceu raparigas como era habitual fazer.."

António Oliveira faz denúncias GRAVÍSSIMAS

"Mário Figueiredo foi o único que tentou quebrar o totalitarismo do poder da Olivedesportos", disseAntónio Oliveira no Trio de Ataque.

Afirmou que Luís Duque está a prazo como presidente da Liga... "ele foi juntar-se à "pandilha" que continua a governar totalitáriamente e a mandar no futebol português, não deixando que o futebol passe desta pasmaceira, desta agonia onde está, e vai entrar aceleradamente nos próximos 3 anos", disse.

Oliveira acusa a Santa Casa e várias empresas de, deliberadamente, terem boicotado os patrocínios à Liga de Mário Figueiredo.