Avançar para o conteúdo principal

Pato com fruta na RTP Informação


Uma vergonha em directo na RTP Informação!!!
Ter um pseudo-jornalista comprovadamente vendido e corrupto como o António Tavares Teles a comentar futebol num canal pago pelos nossos impostos é uma afronta a todas as pessoas sérias deste país!
O programa 'Zona Mista' de hoje é uma nódoa no jornalismo sério. Realmente, a RTP bateu no fundo e chafurda nesse lamaçal. Não havia o Rui Cerqueira ter emergido de lá. (by: Shadows)

Agora que o reinado de Pinto da Costa parece chegar ao fim, eles começam a sair da toca. E gostava de lembrar que esta coisa, a que chamam de jornalista, meteu um processo em tribunal contra o Vieira em defesa da sua honra. Não, não, ainda não se riam, esperem, esperem... e ganhou mesmo esse processo em tribunal. LOOOOL!!!! Tavares-Teles interpôs uma acção em tribunal, em que pediu o valor simbólico de indemnização de 1 euro, alegando que só pretendia repor o seu bom-nome! O Supremo, confirmou a decisão da Relação, condenando Vieira a pagar-lhe 1 euro. LOOOL!! Link
Tadinho do bom-nome do Tavares!

Pinto da Costa e Tavares Teles, combinam noticia falsa no jornal O Jogo...



Pato com fruta à António Tavares-Teles
por: Ricardo Araújo Pereira

QUANDO o, digamos, jornalista António Tavares-Teles foi apanhado numa das mais edificantes escutas do processo Apito Dourado, temi pelo futuro profissional do, digamos, jornalista António Tavares-Teles. Depois, li que o Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas concluiu que o, digamos, jornalista Tavares-Teles tinha infringido «objectivamente o n.º 1 do Código Deontológico (…) que obriga a relatar os factos com rigor e exactidão e interpretá-los com honestidade», e ofendera a deontologia profissional — e cheguei a pensar que o, digamos, jornalista Tavares-Teles não voltaria a escrever nos jornais. Só depois me lembrei de um facto importante: vivemos em Portugal, e aqui tudo é possível.

O caso explica-se depressa: o, digamos, jornalista Tavares-Teles escrevia uma coluna chamada O Pato no jornal O Jogo. Certo dia, o bem informado Pato sugeriu que Deco abandonaria a Selecção se fosse injustamente castigado pelo acto corriqueiro e inofensivo de ter atirado uma bota a um árbitro. A escuta da conversa telefónica entre o, digamos, jornalista Tavares-Teles e Pinto da Costa era precisamente sobre esse texto. Cito o jornal Correio da Manhã de 24 de Julho de 2007: «Pelo que se pode ler da transcrição da referida escuta telefónica percebe-se (…) que, além de ter sido combinado, o teor do texto era falso, já que, conforme assumiu Pinto da Costa noutra conversa telefónica, servia apenas como forma de pressão e de chantagem para com os elementos do Conselho Disciplinar da Liga de Clubes». Cito agora alguns dos momentos mais notáveis da escuta:

Tavares-Teles: (…): Olha pá, eu já escrevi aquela história do Deco (…). O Manuel Tavares [director de O Jogo] estava a querer pôr aquilo em grande destaque, pá!

Pinto da Costa: Não, não! Tem mais impacto aí.

Como se não fosse suficientemente habilitado como dirigente, o presidente do Porto ainda revela talento para o jornalismo, e é capaz de definir o lugar em que os textos devem sair para terem mais impacto. A escuta prossegue com a legítima preocupação do, digamos, jornalista Tavares-Teles: quando Deco fosse confrontado com uma intenção que nunca manifestara, como reagiria? Vale a pena ler o diálogo entre dois grandes senhores da comunicação social:

Tavares-Teles: O gajo não é maluco o suficiente para dizer que não, que não é nada, que é tudo mentira?

Pinto da Costa: Não! Eu falo com o Antero e ele avisa!

É interessante referir a escolha vocabular do, digamos, jornalista Tavares-Teles, para quem aquele que opta por dizer a verdade é, e cito, um «maluco».

Quando a escuta foi publicada o, digamos, jornalista Tavares-Teles esbracejou, ameaçou processar o mundo inteiro, e depois não processou ninguém e foi esbracejar para casa. Foi o melhor que fez: livrou-se de mais vergonhas e continua a escrever nos jornais — o que constitui, creio eu, um excelente negócio para os jornais: os textos de opinião são caros, mas os ditados não devem ser especialmente dispendiosos.
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post
Comentários Facebook

7 comentários blogger

  1. Grande Rricardo Araujo Pereira, esse tavares teles andava desaparecido

    ResponderEliminar
  2. escumalha de jornalistas,olho por olho,dente por dente.

    ResponderEliminar
  3. Águia Preocupada24/11/13, 20:46

    Não chega falarmos aqui. É preciso levantarmos a voz junto de quem de direito. Eu já o fiz, escrevendo ao Provedor do Telespectador.
    Não fiquemos quietos, pois por vezes as reclamações têm os seus resultados. Lembram-se da pacóvia da Sónia Araújo e do convencido Nuno Santos? Não terão tido alguma força as nossas reclamações contra esta gente que se acham donos do mundo, no afastamento de que foram alvo? Pensemos nisso...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. força nisso.

      Eliminar
    2. Águia Preocupada24/11/13, 23:55

      Foi este o texto que enviei ao Provedor do Telespectador:

      Ao sintonizar o canal RTP Informação de ontem, dia 23.11.13, durante o programa "Zona Mista" fiquei perplexo. Nem queria acreditar no que via tal a inverosimelhança da desvergonha a que chegou o canal público, pago pelos impostos dos portugueses, logo, também pelos meus!
      Este canal, que, quiçá incomodado com a conotação de RTP Norte alterou o nome para RTP I, não importando a confusão com RTP Internacional, - isso não importa, é preciso é parecer bem - tornou-se o antro de corruptos e quejandos sobretudo no que respeita a programas de desporto. Nunca pensei que chegassem tão longe, ao ponto de contratarem essa figura impoluta, que forjou notícias falsas para cumprir chantagens ordenadas pelo dono, mandando a deontologia profissional e moral às malvas e que foi ouvido nas escutas escabrosas do "Apito Dourado"! Estivesse essa criatura, de seu nome António Tavares Teles, num país a sério e ter-lhe-ia sido suprimida a carteira profissional!
      Mas para a RTP vale tudo e alberga toda a porcaria e lixo nacional! Já pouco via esse programa azulado, mas a partir de ontem, é canal e programa que desaparecerá dos meus hábitos. Pelo menos enquanto a RTP não se dignar limpar esse espaço da lama que a invadiu. Infelizmente tenho que ajudar a pagar essas porcarias e gente de mau porte!

      Eliminar
    3. Bom texto águia, mas esqueceste-te do ARTISTA (rádio) do jornalista residente...

      Eliminar
  4. Por acaso a zona mista foi um dos que mais casos tem vejamos um serto jornalista que por acaso é Benfiquista foi despedido por ter ficado contente com o golo do seu Benfica e agora este senhor que se passeia

    ResponderEliminar

Publicar um comentário



SIGA-NOS

Mensagens populares

Coação: FCPorto deveria ter descido de divisão

Em entrevista ao Sol, o antigo presidente da Liga de Clubes, Hermínio Loureiro, denuncia pressões do FC Porto para “correr” com Ricardo Costa da Comissão Disciplinar. (22-05-2010)
«Fizeram-me a vida negra»A pergunta do jornalista Luís Rosa: “Valentim Loureiro ou Pinto da Costa nunca lhe disseram para controlar o que Ricardo Costa (presidente da Comissão Disciplinar da Liga) andava a fazer?”

A resposta: “A única pessoa que me falou do Ricardo Costa foi o Adelino Caldeira, vice-presidente do FC Porto, a 3 de Setembro de 2008, num almoço no restaurante Lusíadas, em Matosinhos. Ele foi clarinho e apreciei a frontalidade. Disse-me: "Meu caro, ou você corre com o Ricardo Costa e tem a vida facilitada ou vamos fazer-lhe a vida negra". Certo é que não mudei a orientação de total autonomia que dei desde o início à Comissão Disciplinar. Desde esse dia que percebi que me iam fazer a vida negra e fizeram.


Rui Santos: «O FC Porto não terá descido de divisão porque Hermínio Loureiro não q…

Pinto da Costa arrasado em directo

Neste video, Júlio Machado Vaz e Rui Oliveira e Costa, em resposta às declarações de Pinto da Costa na Afurada, colocam os "pontos nos is" relativamente à caluniosa tentativa de ligar o Benfica a qualquer Regime.




Play/Pause (não vale roubar o video!)
O Benfica é um clube centenário no qual a Democracia interna sempre existiu e sobreviveu, até mesmo no tempo em que ela não existiu no país (1926-1974) e em períodos conturbados da nossa história.

O SL Benficateve na sua Direcção homens como: Cosme Damião, Félix Bermudes, Manuel da Conceição Afonso, João Tamagnini Barbosa e Borges Coutinho, notórios democratas, homens de esquerda, sindicalistas e activistas. O Benfica, em 33 Presidentesda Direcção, apenas teve um ligado ao Estado Novo: Mário Madeira.

No FC Porto é uma chusma deles ligados ao Fascismo! Presidentes da Direcção e em promiscuidade com cargos como deputados da União Nacional:
Urgel Horta Ângelo César Augusto Pires de Lima Cesário Bonito Júlio Ribeiro Campos Para lá de…

Calúnia é crime! Isto não pode passar em claro

A propaganda nazi tinha uma máxima: "é necessário repetir mil vezes uma mentira que acosse o inimigo, para que ela se torne verdade". Era o que dizia o senhor Goebbels, o sinistro ministro da propaganda de Hitler. Pinto da Costa, há anos que lê da mesma cartilha e usa os mesmos métodos.

Ora, os dragões, têm referido repetidamente que o Benfica ganhava no passado porque era "o clube do Regime" e agora o seu Chefe, intrujão, chegou ao desplante de dizer que era "o clube do Fascismo"! A calúnia é crime, meus senhores, e o Benfica devia pôr um processo a este senhor por difamação!

Fascismo (e FCP) Nunca Mais!

Pinto da Costa na Afurada



Play/Pause
Então não é que o FC Porto fundou o Estádio das Antas (anterior ao do Dragão) simbolicamente a 28 de Maio, dia da implantação do que viria a ser o Regime Salazarista, enquanto o Benfica inaugurou o seu no dia 1º de Dezembro, dia da Independência, e começou, aliás, com o Desfile dos operários?

Então não é que o FC Porto…

«Nas Antas, até as mulheres dos dirigentes do FCP batiam nos árbitros»

A verdade sobre as Antas - um altar de medo, coacção e violência!
Nós temos memória



Arrepiante testemunho de alguém que, enquanto jornalista, fez cerca de 500 jogos no velho Estádio das Antas.
No célebre Porto 0, Benfica 2, (dois golos do César Brito), o árbitro Carlos Valente levou dois estalos da mulher do Reinaldo Teles, no túnel.
"O túnel das Antas - esse túnel tenebroso onde se simulava a sodomização dos árbitros e que foi um altar de medo, coacção e violência".





Foi Pedroto que criou o «caso Calabote»

FC Porto: Mestres da mentira! Gente sem vergonha que enxovalha tudo e todos!
Foi José Maria Pedroto que criou o «caso Calabote» em final dos anos 70 para responder a quem dizia que o FC Porto estava a ser escandalosamente beneficiado nos campeonatos nacionais de 1977/78 e 1978/79.



Durante 20 anos ninguém se lembrou de Calabote, porque nesse ano (1959) nada se passara e o FC Porto foi campeão. Em 1977, quando o Benfica começou a contestar os favores (descarados) ao FC Porto nesse campeonato de 1977/78, o treinador do FCP, José Maria Pedroto (tal como o jogador António Oliveira), respondiam sempre da mesma forma: "O que vocês queriam era o Calabote!".

E como já ninguém se lembrava do que se passara, foi fácil enganar as pessoas, até porque ele (eles) não diziam a que jogo se estavam a referir. 
Foram alguns - principalmente Pôncio Monteiro - que começaram a inventar, dando a entender que o Calabote beneficiava o Benfica em todos ou em muitos jogos: penáltis a favor e nenhum contr…