Avançar para o conteúdo principal

"Comprometer o futuro do Benfica"

COMPROMETER O FUTURO DO BENFICA
Penso que os Benfiquistas ainda não perceberam, na sua plenitude, as consequências futuras para o clube destas performances consecutivas na Liga dos Campeões.

Equipas que investem fortemente em jogadores, em estádios extraordinários, que atraem os melhores patrocinadores do mundo, que têm fãs em todos os continentes, que movem anualmente milhares de milhões de euros querem, obviamente, aumentar as suas receitas.

Equipas como o Real Madrid ou Barcelona, como a Juventus, como o Bayern de Munique, como o PSG ou um Manchester City precisam de aumentar o número de jogos competitivos, espectaculares e que, por consequência, tragam receitas ainda mais milionárias.

Quem não perceber isto, não percebe nada da indústria do futebol e não entende nada do que aí vem. E virá já em 2024 mais uma passo na separação entre os verdadeiramente grandes na Europa e um segundo pelotão.



Pela sua história, pelo seu nome, pela sua importância social num país como Portugal, o Benfica poderia, com toda a legitimidade, aspirar a ser incluído no grupo liderante, no grupo dos grandes, mas para isso teria de ser RELEVANTE em termos europeus, teria que ter resultados expressivos e vistosos na única prova que interessa: a Champions League.

Desenganem-se aqui aqueles que pensam que um bom desempenho ou mesmo até a conquista da Liga Europa são úteis para uma visibilidade europeia. Uma vez tive uma reunião com o Real Madrid e posso assegurar-vos que para os grandes só a Champions interessa. Tudo o resto é totalmente irrelevante.

Pois bem, pensar que se pode aceder a receitas estratosféricas que aí vêm sem investir é de um irrealismo confrangedor.

O Benfica teria que optar por um de 2 modelos: ou fazer jogadores para os outros ou assumir-se como um grande da Europa.

O Atlético de Madrid percebeu a tempo o que se passa e de um clube razoável, mas sem expressão europeia, tornou-se num gigante da Europa, num clube relevante, num clube que compra jogadores por 120 milhões. É certo que também os vende (mesmo que forçado a isso por lhe terem pago verdadeiramente uma cláusula de rescisão), mas não hesitou em reinvestir esse dinheiro.

Em Dezembro de 2018, apresentei um Programa de Governação para o Benfica em que, entre várias coisas propus: "Adicionar ao plantel pelo menos 3 jogadores de renome internacional que tragam valor acrescentado, que entusiasmem patrocinadores nacionais e internacionais e que mobilizem todos os sócios do Benfica. Este acréscimo de valor tornará o Benfica sempre o candidato mais forte a ganhar o campeonato nacional e dará reais probabilidades de chegar às fases decisivas da Liga dos Campões. Não basta dizer-se que se quer ser campeão europeu. É necessário ter uma estratégia e um rumo que permita alcançar esse desiderato."

Pois bem, num ano de vendas extraordinárias o Presidente do Benfica optou por ignorar este caminho. Investiu em jogadores desconhecidos tendo gasto em dois (RDT e Vinícius) quantias muito superiores àquelas que um verdadeiro negociador conseguiria pagar.

O Benfica aposta num modelo de uma fábrica de talentos (Seixal) e comprar jogadores sem relevância ora para pagar favores ora para os vender mais tarde.

O Benfica tornou-se num comprador e vendedor de jogadores, não se preocupando com a sua performance onde verdadeiramente importa: na Europa.

Este modelo vai satisfazendo os sócios enquanto formos ganhando internamente. Mas, o relógio está contra nós. No dia, não muito distante, quando formos colocados, escusadamente, num segundo pelotão europeu, sem acesso a receitas verdadeiramente milionárias, sem acesso a jogar contra as equipas que realmente importam, nesse dia os adeptos chorarão e perceberão a falta de visão de Luís Filipe Vieira.

Não tenho ilusões. Sei bem que este meu texto é perfeitamente inútil. Será motivo para, como tantas e tantas vezes, dizerem mal de mim, mas um dia, a realidade impor-se-á e dar-me-ão razão. Lamento dizer-vos: nessa altura será tarde demais.

Entre o modelo da fábrica de salsichas para alimentar os grandes e que gera comissões para distribuir por muitos (Paulo Gonçalves incluído) e um modelo que visasse fortalecer o Benfica desportivamente para que o nosso lugar seja indiscutível entre os grandes da Europa, Vieira optou, há muito, pelo primeiro. Dá muito mais dinheiro imediato que serve para tanta coisa. Serve para os amigos, para pagar casamentos, para pagar colégios, para o betão, para tudo isso. Só não serve para assegurar o futuro do Benfica. Só não serve para dar o futuro que o clube que eu amo merece.

Tenho pena, mas os Benfiquistas terão o futuro que estão agora a semear. Agora batem palmas e compactuam com tudo. Depois não terão moral para dizer nada.
Bruno Costa Carvalho

Nota:
Para que conste, o Benfica já conseguiu chegar por sete vezes à final da Liga dos Campeões. Como estreia, marcou presença em 3 anos consecutivos, tendo sido logo Bicampeão Europeu (1960/61 — 1961/62), e vice-campeão cinco vezes (1962/63 — 1964/65 — 1967/68 — 1987/88 — 1989/90).
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

1 comentários blogger

  1. Completamente de acordo com o diagnóstico.

    Gostava era de saber qual é o plano terapêutico?...como vai atrair esses três craques para uma liga como a portuguesa, hoje em dia? Como vai buscar o dinheiro para os salários que eles implicam e como vai manter o balneário unido, com três jogadores a ganharem muito mais que os outros? Etc etc etc

    Gostei daquela primeira amostra, venha esse programa eleitoral! É que neste momento, com as duas opções que há, teria que votar em branco...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário



Siga-nos


Twitter

Mensagens populares

António Oliveira: O Benfica tem uma dimensão mundial muito grande

"O Benfica tem mais dimensão mundial que FC Porto e Sporting juntos" O Benfica tem uma característica muito especial... "O Benfica é um clube com uma dimensão mundial muito grande. As pessoas ofendem-se quando, pondo de parte o meu portismo, digo isto: o Benfica tem mais dimensão mundial que FC Porto e Sporting juntos" — António Oliveira, na RTP | 2012. Não vale roubar o video!

António Macedo: Não sou do Benfica, mas senti-me dorido com os insultos do Otávio

"Para mim é uma linha vermelha que é absolutamente inultrapassável." António Macedo sobre os cânticos contra o Benfica entoados por Otávio e Diogo Costa, ambos jogadores do FC Porto e da seleção portuguesa. "Acho absolutamente inaceitável: 1. Que não haja uma palavra do FC Porto sobre isto. 2. Que não haja uma palavra do Presidente da FPF, Fernando Gomes, para dizer com mão firme: isto não pode ser!" "O eng. Fernando Santos tinha também nisto um papel importante, que era o papel exemplar para dizer: não podemos pactuar com situações desta natureza." "Eu não quero que o futebol português seja representado ao nível da seleção, por jogadores que insultam parte daqueles que são os apoiantes da seleção nacional." "Não sou do Benfica, mas senti-me francamente dorido com aquilo que aqueles jogadores fizeram. Para mim é inaceitável, é uma linha vermelha que é absolutamente inultrapassável." Video edição: @mastergroove2

História da penhora do Estádio das Antas - José Gomes Ferreira

Esta é a parte da intervenção de José Gomes Ferreira que foi omitida no vídeo que circula nas redes sociais!

Pinto da Costa arrasado em directo

Júlio Machado Vaz e Rui Oliveira e Costa, em resposta às declarações de Pinto da Costa na Afurada , colocam os "pontos nos is" relativamente à tentativa caluniosa de ligar o Benfica a qualquer Regime.

Arrepiante! O futebol português nos anos 90

Época 1996/97, um FC Porto-Benfica emblemático do que era o futebol Português nos anos 90: os jogadores do FC Porto entretêm-se a agredir jogadores do Benfica sob total impunidade do árbitro António Costa que vê e nada faz... até que (finalmente) resolve expulsar alguém: um jogador do Benfica! DÉCADAS DE TOTAL IMPUNIDADE DO FC PORTO, com a bênção da comunicação social. Arrepiante!

Expulsão imediata de qualquer cargo no SLB - António Melo

A VARRER, JÁ! Prometemos denunciar e defender o nosso querido clube de todos os inimigos. Estivessem eles fora ou dentro do Glorioso. Pois bem, temos aqui um caso do qual não nos cansaremos de falar, iniciando desde hoje uma luta pela sua expulsão de qualquer cargo no Sport Lisboa e Benfica, incluindo o de sócio se o for obviamente e só por conveniência. Este "artista" está dentro do Benfica e a responsabilidade desta situação, é da actual gestão do clube.  Pergunta-se, porquê e como é possível a presença, de tal personagem dentro de uma instituição como a nossa. Vejam bem as funções que exerce,"scouting" para os países da América Hispanica. Depois admiram-se dos Falcões, Álvaros Pereiras, Lisandros etc, serem desviados da Luz para o FC Porto, do qual é "religioso" com a confissão à vista neste vídeo: Não nos atirem areia para os olhos. Este sujeitinho tem que ser corrido e denunciado diariamente, até que os responsáveis perce

Ricardo Araújo Pereira: Filme Indiano!

Ricardo Araújo Pereira: A minha vida dava um filme indiano. Isto é do melhor!

Posts do momento

António Oliveira: O Benfica tem uma dimensão mundial muito grande

"O Benfica tem mais dimensão mundial que FC Porto e Sporting juntos" O Benfica tem uma característica muito especial... "O Benfica é um clube com uma dimensão mundial muito grande. As pessoas ofendem-se quando, pondo de parte o meu portismo, digo isto: o Benfica tem mais dimensão mundial que FC Porto e Sporting juntos" — António Oliveira, na RTP | 2012. Não vale roubar o video!

António Macedo: Não sou do Benfica, mas senti-me dorido com os insultos do Otávio

"Para mim é uma linha vermelha que é absolutamente inultrapassável." António Macedo sobre os cânticos contra o Benfica entoados por Otávio e Diogo Costa, ambos jogadores do FC Porto e da seleção portuguesa. "Acho absolutamente inaceitável: 1. Que não haja uma palavra do FC Porto sobre isto. 2. Que não haja uma palavra do Presidente da FPF, Fernando Gomes, para dizer com mão firme: isto não pode ser!" "O eng. Fernando Santos tinha também nisto um papel importante, que era o papel exemplar para dizer: não podemos pactuar com situações desta natureza." "Eu não quero que o futebol português seja representado ao nível da seleção, por jogadores que insultam parte daqueles que são os apoiantes da seleção nacional." "Não sou do Benfica, mas senti-me francamente dorido com aquilo que aqueles jogadores fizeram. Para mim é inaceitável, é uma linha vermelha que é absolutamente inultrapassável." Video edição: @mastergroove2

História da penhora do Estádio das Antas - José Gomes Ferreira

Esta é a parte da intervenção de José Gomes Ferreira que foi omitida no vídeo que circula nas redes sociais!

Pinto da Costa arrasado em directo

Júlio Machado Vaz e Rui Oliveira e Costa, em resposta às declarações de Pinto da Costa na Afurada , colocam os "pontos nos is" relativamente à tentativa caluniosa de ligar o Benfica a qualquer Regime.

Arrepiante! O futebol português nos anos 90

Época 1996/97, um FC Porto-Benfica emblemático do que era o futebol Português nos anos 90: os jogadores do FC Porto entretêm-se a agredir jogadores do Benfica sob total impunidade do árbitro António Costa que vê e nada faz... até que (finalmente) resolve expulsar alguém: um jogador do Benfica! DÉCADAS DE TOTAL IMPUNIDADE DO FC PORTO, com a bênção da comunicação social. Arrepiante!

Expulsão imediata de qualquer cargo no SLB - António Melo

A VARRER, JÁ! Prometemos denunciar e defender o nosso querido clube de todos os inimigos. Estivessem eles fora ou dentro do Glorioso. Pois bem, temos aqui um caso do qual não nos cansaremos de falar, iniciando desde hoje uma luta pela sua expulsão de qualquer cargo no Sport Lisboa e Benfica, incluindo o de sócio se o for obviamente e só por conveniência. Este "artista" está dentro do Benfica e a responsabilidade desta situação, é da actual gestão do clube.  Pergunta-se, porquê e como é possível a presença, de tal personagem dentro de uma instituição como a nossa. Vejam bem as funções que exerce,"scouting" para os países da América Hispanica. Depois admiram-se dos Falcões, Álvaros Pereiras, Lisandros etc, serem desviados da Luz para o FC Porto, do qual é "religioso" com a confissão à vista neste vídeo: Não nos atirem areia para os olhos. Este sujeitinho tem que ser corrido e denunciado diariamente, até que os responsáveis perce

Ricardo Araújo Pereira: Filme Indiano!

Ricardo Araújo Pereira: A minha vida dava um filme indiano. Isto é do melhor!