A coragem das RTPs, SICs, TVIs - Master Groove
Avançar para o conteúdo principal

A coragem das RTPs, SICs, TVIs

Estou curioso para saber qual o tratamento que será dado a esta noticia, por parte dos media. Quantos debates irão ser realizados sobre este assunto? A ver vamos.



Segundo o líder da AFL, foi "nesse momento que ocorreu a agressão" de Adelino Caldeira e "o início de injúrias verbais" por parte de elementos da comitiva portista, que se "prolongaram durante o resto do jogo". No segundo golo do F. C. Porto, foi o senhor Pinto da Costa que me meteu os punhos à frente da cara, do meu nariz, para me picar, a ver se eu perdia a razão", acrescentou Nuno Lobo, que acusa ainda o presidente portista de lhe ter lançado "vários impropérios".


Adenda;
 Comunicado do SLBenfica 
A noite deste domingo e a manhã desta segunda-feira trouxeram uma visão clara da hipocrisia que varre alguns meios de comunicação deste País, nomeadamente daqueles que continuam a dar suporte ao “sistema”. No último jogo do Campeonato da época passada não vimos o Jornal de Notícias trazer à capa que o primeiro golo do jogo do título foi conseguido num penálti cuja falta tinha sido cometida fora da área. Nem vimos, já esta época, o Jornal de Notícias noticiar que o golo de Jackson Martinez contra o Paços de Ferreira foi precedido de uma falta clara.

Também poderia o Jornal de Notícias, já que tanta importância dá a erros de arbitragem, trazer na sua capa desta segunda-feira que ficou um penálti por assinalar a favor do Sport Lisboa e Benfica em Guimarães e que há um fora-de-jogo mal assinalado, quando Enzo Perez ficava isolado em posição frontal à baliza de Douglas.

Também o jornal O Jogo, na sua edição desta segunda-feira, começa a querer substituir-se às instâncias desportivas do País condenando Jorge Jesus por factos que carecem de apuramento.

Curioso que aqueles que mais querem “puxar” pelo comportamento de Jorge Jesus, este domingo em Guimarães, são os mesmos que sistematicamente ignoram as agressões e ameaças a jornalistas e jogadores que se passam nalguns campos deste País. A falta de imagens não iliba ninguém, mas a cobardia de calar diz muito do carácter desses jornais e jornalistas.

Curioso, ainda, que o treinador que este domingo apareceu a queixar-se de um penálti fora da área e das declarações de um colega que “supostamente” teriam condicionado vários jogos, é o mesmo treinador que o ano passado, no jogo que encerrou a época anterior, não abriu a boca num jogo em que a arbitragem mais desequilibrou, nem falou do condicionamento e das ameaças a que os jogadores da sua ex-equipa foram sujeitos antes desse jogo.

Resta-nos assinalar que Paulo Fonseca deve ter mudado de oftalmologista neste defeso, o que não viu no ano passado já consegue ver este ano. É sempre uma evolução.

Mais ainda, esqueceu-se Paulo Fonseca, agora em relação ao jogo deste domingo, de comentar uma expulsão que ficou por assinalar de um seu jogador, e da linha de fora-de-jogo mal colocada no segundo golo do Estoril em que o realizador da Sport TV se esqueceu de ver a colocação de Mangala.

Se a Sport TV puder, em próximos jogos, deslocar mais meios técnicos que permitam não esquecer a posição de nenhum jogador antes de colocar a linha de fora de jogo e poder filmar ou relatar o que se passa no camarote presidencial, o público agradece. Aguardamos também por informações futuras desse Administrador cujas notícias referem ter agredido o presidente da Associação de Futebol de Lisboa. Curioso que o jornal O Jogo que tão célere foi a consultar um especialista em Direito Desportivo para enquadrar as possíveis sanções em que Jesus pode incorrer, não fez o mesmo em relação às sanções em que este Administrador pode incorrer. Distracção ou esquecimento?

Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post
Comentários
7 Comentários
SIGA-NOS

Mensagens populares

Como desviar as atenções do FCPorto quando é alvo de denúncia?

Ontem, durante o programa Liga D'Ouro, foi lançado um ALERTA CM: "O Ministério Público recebeu uma denúncia que envolve FC Porto e Portimonense".

Naturalmente, esperava que se comentasse o teor (a ser verdade, gravíssimo) desta denúncia. Comentou-se, sim, mas tudo ao lado. Veja o que fez o moderador e o jornalista José Manuel Freitas. Do nada, metem o Benfica ao barulho e...Ciao AlertaCM. Fantástico! O Francisco J. Marques não faria melhor.

Jornalismo: O público sempre soube rejeitar a propaganda e a manipulação

Andaram 20 anos de costas para o jornalismo e agora publicam editoriais lancinantes em busca dos leitores perdidos. A ameaça à Liberdade de Imprensa e à Democracia nasceu nas redacções que se subjugaram aos grupos económicos e empresariais e teve como resposta o afastamento do público, que sempre soube rejeitar a propaganda e a manipulação.

João Querido Manha

Problemas crónicos nas costas... do Mendes

Mendes, amigo do FC Porto, desviava jogadores pretendidos pelo Benfica.
Jorge Mendes, Pinto da Costa e os favores ao comissário da Policia.



Mendes não percebe o interesse de Pinto da Costa num jogador menor: "é irmão dum Comissário da Policia, dá sempre jeito", esclarece o presidente do FCP.

«Exactamente. Fomos avisados pela própria Policia Judiciária»

FC Porto, 30 anos a ganhar à custa de expedientes irregulares.  Revelações da ex-companheira de Pinto da Costa



Quem é que avisou?
"Foi um elemento da Policia Judiciária, amigo do irmão de Reinaldo Teles"

"Ele [o árbitro, Augusto Duarte] foi pago para o Porto ganhar e o Benfica perder. E fomos campeões". (...) "O Mourinho ganhou tudo, mas não ganhou sozinho. Ganhou, comprando os árbitros", disse o Jorge Nuno.

Confissão do ex-árbitro Jacinto Paixão: "É verdade que o FCPorto nos ofereceu raparigas como era habitual fazer.."

FC Porto: ALDRABAR é um modo de vida

Quem manipula fotografias, manipula tudo: jogos, classificações, competições, árbitros, adversários, jornais, rádios & televisões, tudo, mesmo tudo!



Estão tão habituados a viciar e manipular, anos-e-anos-a-fio com impunidade, que para eles é natural aldrabar. É um modo de vida. Faz parte deles. Há quem queira e seja honesto. Estes são desonestos, aldrabões e trafulhas. Uma máquina a fazer o mal. (Miguéns)

«Esta ninguém me apaga!» Carolina Salgado



Depois de ter sido apagada da foto onde aparecia na comitiva que foi recebida pelo Papa João Paulo II, e que agora está em exposição do Museu do FC Porto, a ex-companheira de Pinto da Costa, Carolina Salgado, colocou no Facebook uma imagem em resposta ao líder portista: "Esta ninguém me apaga", escreveu.






Veja: O túnel da Madalena - Um túnel projectado até ao Vaticano, que ludibriou o Papa e os seus conselheiros.

E agora quem carrega o Benfica?

E agora, quem carrega o Benfica? Quem dá cabo dos músculos lombares pelo peso de uma responsabilidade levada às costas durante quatro anos, à razão de um golo por jogo?



E agora quem carrega o Benfica?

O desenho meio abstracto e de traços largos ganhou, por fim, contornos evidentes: Jonas está de saída do Benfica. Não há dores nas costas, não há ciúmes da concorrência directa, não há falta de contrato, há uma cabeça virada do avesso pelo dinheiro fácil do mundo do petróleo.

Jonas sai e a pergunta é: e, agora, quem carrega o Benfica? Quem dá cabo dos músculos lombares pelo peso de uma responsabilidade levada às costas durante quatro anos, à razão de um golo por jogo (entre os marcados e os provocados), ficando só abaixo de Cardozo na longa lista dos melhores avançados estrangeiros do clube?

No imediato, a responsabilidade transfere-se para as costas de Rui Vitória, o último escudo humano de Luís Filipe Vieira, perante a ameaça de uma guerra civil desportiva se o Benfica não conseguir ch…

Verdades que as 'Virgens ofendidas' do Sporting merecem ouvir

Telespectador aviva a memória das 'Virgens ofendidas' do Sporting.



O telespectador Eugénio Matos, esta manhã no Opinião Pública SIC Noticias, disse muito do que tem de ser dito aos sportinguistas: "Todos têm responsabilidades, mas há muita gente a querer tirar o cavalo da chuva" "Agora estes senhores sofrem todos de Alzheimer?"

E-mails Bombásticos: Violação e manipulação

PROFESSOR DA UNIVERSIDADE DE YALE (EUA) ARRASA CASO DOS E-MAILS DO BENFICA. Às vezes nos livros mais inesperados encontram-se coisas extraordinárias. É o caso do livro «Sobre a Tirania - Vinte Lições do Séc. XX» de Timothy Snyder. A oportuna e espantosa coincidência desta lição, comprova em absoluto o subtítulo do post.

Os 'e-mails bombásticos' divulgados em momentos oportunos, constituíram também um poderoso método de desinformação.
As palavras que são escritas numa determinada situação, apenas fazem sentido nesse contexto. O próprio acto de deslocá-las do seu momento histórico colocando-as posteriormente num outro, consiste num acto de falsificação.
Lição sobre 'E-mails Bombásticos', narrada por João Gobern, extrato 2 min.




"O roubo, a discussão ou a publicação de comunicações pessoais, destrói um fundamento básico dos nossos direitos. Ninguém (excepto, talvez, um tirano) tem uma vida privada capaz de sobreviver à exposição pública com intenções hostis".

Tim…